Lâmpadas: Incandescente x Fluorescente x LED

A famosa lâmpada incandescente de 60W deixou de ser comercializada no Brasil no dia 1 de julho de 2015. Sua produção e importação já tinha sido proibida em 2014, porém o comerciante que tinha em estoque ainda podia vender. Quem ainda tem em casa não é proibido de usar (a proibição é para produção e comercialização), mas será que vale a pena continuar usando?

O fim das vendas é um grande avanço para o Brasil que vive hoje uma crise no setor energético. Estima-se que se todas as lâmpadas incandescentes de 60W das residências brasileiras fossem substituídas por fluorescentes, a economia de energia chegaria a 4% ao ano.

 

Como funciona uma lâmpada Incandescente?

lampada incandescente mundo da energia

As lâmpadas incandescentes não mudaram muito desde a invenção de Thomas Edison (há mais de um século): uma corrente elétrica passando pelo filamento de tungstênio gerando luz e calor. O grande problemas dessas lâmpadas é que apenas 5% da energia consumida gera luz, os outros 95% se transforma em calor. 

 

Opções para substituir

Atualmente as alternativas para substituir as lâmpadas incandescentes são as lâmpadas fluorescentes e LED.

As lâmpadas incandescentes consomem 4 vezes mais que as fluorescentes e 8 vezes mais que as lâmpadas de LED.

Lampadas LED mundodaenergia

Uma lâmpada incandescente de 60W equivale a uma fluorescente de 15W ou uma de LED de 7W, ou seja, se uma família tem um gasto mensal de R$20,00 de energia com as lâmpadas incandescentes, poderia ser R$5,00 com lâmpadas fluorescentes ou R$2,50 com o uso de lâmpadas de LED (valores aproximados).

 

Como escolher?

Na hora de escolher entre fluorescente e LED o consumidor deve se atentar para algumas dicas:

  • A fluorescente tem o preço menor, porém os preços das lâmpadas de LED tendem a cair com o aumento do consumo;
  • As lâmpadas de LED não emitem raios infravermelhos, que são nocivos à pele;
  • O tempo de vida útil das lâmpadas de LED é 6 vezes maior que as fluorescentes (e 50 vezes maior que a incandescente);
  • O descarte das lâmpadas fluorescentes devem ser feitos em locais adequados, pois contém substâncias que podem contaminar o meio-ambiente.

 

O fim das lâmpadas incandescentes de 60W é mais um passo para o fim da “era incandescente”, que já está quase no fim. As lâmpadas de 25W e 40W pararam de ser fabricadas em 30/06/15 e ainda podem ser comercializadas, mas já estão com os dias contados. O prazo final da comercialização é 30/06/16.

Um comentário em “Lâmpadas: Incandescente x Fluorescente x LED

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *